Superando os Limites da Física

Uma boa prática é superar os limites da Física e não aceitar limites que possam interferir em toda cadeia do desenvolvimento científico. Temos como exemplo: a não aceitação de determinadas condições de contorno da Mecânica Clássica ou Newtoniana, tendo seus efeitos alterados quando aplicados conceitos da Mecânica Relativista ou Einsteiniana, no caso de aplicações onde haja velocidades próximas, iguais ou superiores à velocidade da luz.

A velocidade da luz é, no mundo atual, considerada a maior velocidade que se pode atingir, no entanto se considerarmos o desenvolvimento da Mecânica Quântica, com base no Entrelaçamento Quântico e Teoria das Cordas, alguns conceitos da Física Relativista podem ser superados, tendo em vista novas condições.

Vamos ilustrar com algumas comparações dentro da Física Clássica, Relativista e Quântica.

Primeiros Automóveis
Primeiros Automóveis

O primeiro automóvel com motor à combustão, com venda em escala industrial, foi proporcionado pelo norte americano Henry Ford, no início de 1914.

Henry Ford
Henry Ford

Tais automóveis atingiam velocidade máxima de 16 km/h. Se considerarmos a distância rodoviária entre as cidades do Rio de Janeiro e São Paulo de 434 km, tomando como base a velocidade desses veículos, a viagem duraria aproximadamente 27 horas. Se considerarmos que à época as condições de estradas não semelhantes às atuais, condições meteorológicas e autonomia do automóvel, desgaste do motorista e do automóvel, o tempo de viagem seria maior.

Carro Moderno
Carro Moderno

Há automóveis, na atualidade, que podem atingir Velocidade Máxima de 375 km/h.  Considerando que a legislação de trânsito permitisse, com bom trânsito e com o automóvel se deslocando à velocidade média de 200 km/h, poderia se fazer viagem entre as cidades do Rio de Janeiro e São Paulo, cuja distância entre elas é de 434 km em aproximadamente duas horas e dez minutos. Observamos, portanto, grande avanço nas tecnologias que proporcionam ganhos de tempo nas viagens rodoviárias em menos de um século.

Locomotiva a Vapor
Locomotiva a Vapor

A primeira locomotiva a vapor foi criada pelo inglês Richard Trevithick em 1804.

Richard Trevithick
Richard Trevithick

A propulsão dessas locomotivas era feita com vapor gerado por caldeiras, utilizando carvão como combustível. Locomotivas a vapor, inicialmente, atingiam velocidade média de 24 km/h e velocidade máxima de 46 km/h. Logicamente, a depender da carga transportada, com a velocidade média de 24 km/h, poderia-se percorrer a distância entre as cidades do Rio de Janeiro e São Paulo em aproximadamente 18 horas e, em velocidade máxima, no tempo de 9 horas e 26 minutos.

Trem de Levitação Magnética (MAGLEV)
Trem de Levitação Magnética (MAGLEV)

Trens de Levitação Magnética são trens que transitam sob efeito de forças eletromagnéticas atrativas e repulsivas entre o veículo e os trilhos, sem que ocorra atrito. Eles podem atingir velocidades de 300 a 650 km/h e, em túneis despressurizados, a velocidade de 3200 km/h, que é maior que a velocidade jatos comerciais (900 km/h). Permitiriam o deslocamento de 434 km, entre as cidades do Rio de Janeiro e São Paulo em aproximadamente 40 minutos, representando grande ganho de tempo, se comparado ao tempo que seria gasto com locomotivas a vapor, para a mesma viagem.

14 Bis
14 Bis

No ano de 1906, o brasileiro Alberto Santos Dumont levantou voo em Paris, tendo voado com objeto mais pesado que o ar, deslocando-se por 220 m durante 21 segundos, ou velocidade de 10,47 m/s, correspondente ou aproximadamente a 37,7 km/h.

Alberto Santos Dumont
Alberto Santos Dumont

Caso fosse possível voo direto com o 14 bis (o que não seria em virtude de situações diversas e adversas) entre as cidade de Porto Alegre e Macapá, cuja distância aérea é de 3.334 km, a viagem duraria aproximadamente 88,5 horas ou, aproximadamente, 3 dias, 16 horas e trinta minutos.

Jato Comercial
Jato Comercial

A invenção do brasileiro Alberto Santos Dumont proporcionou grande evolução para a humanidade, tendo em vista reduzir tempos de deslocamento, com aplicações comerciais, bélicas, lazer, socorro médico, ajuda humanitária, entre muitas outras.

A velocidade de deslocamento de cruzeiro dos jatos comerciais é em torno de 900 km/h, que permite deslocamento entre as cidades brasileiras de Porto Alegre e Macapá, cuja distância aérea é de 3.334 km em voo direto, no tempo de aproximadamente de três horas e quarenta minutos. Tem-se, portanto, grande redução de tempo de voo, se comparado com o tempo que seria necessário para o deslocamento com o primeiro avião criado por Santos Dumont, o que mostra a grande evolução em pouco mais de um século.

Jato Supersônico
Jato Supersônico

As novas tecnologias de materiais e evolução da Engenharia Aeronáutica têm permitido a fabricação de jatos com chamada velocidade supersônica, ou seja, jatos que se deslocam com velocidade maior que a velocidade do som no ar:

  • a quinze graus Celsius, 340 m/s ou 1.224 km/h;
  • 343m/s a vinte graus Celsius, correspondente a 1.234,8 km/h.

Aviões supersônicos podem atingir velocidades de 2.472 km/h, podendo percorrer a distância entre as cidades de Porto Alegre e Macapá no Brasil correspondente a 3.334 km, no tempo de 1 hora e 21 minutos, se em voo direto, reduzindo o tempo de viagem em relação aos jatos convencionais.

Planeta Terra
Planeta Terra

O Planeta Terra se encontra no sistema solar que vemos abaixo, na galáxia denominada Via Láctea; possui diâmetro polar de 12.713,5 km, população estimada atual de aproximadamente 7,6 bilhões de pessoas.

Sistema Solar
Sistema Solar

Os seres humanos que habitam a Terra são considerados, até o momento, a maior inteligência conhecida no Universo. Cientistas buscam, através de diversos meios, inclusive com rádios telescópios, sinais de outras civilizações que possam ser decifrados e decodificados, comprovando a existência de outro tipo de vida inteligente no Universo.

O Planeta Terra se encontra a aproximadamente 150 milhões de distância do sol, a estrela mais próxima. No extremo mais próximo ao sol, em relação à Terra, se encontra o planeta mercúrio. No outro extremo, como último astro, se encontra Plutão, que perdeu a categoria de planeta.

Mercúrio
Mercúrio

O Planeta Mercúrio se encontra à distância de 91.700.000 km da Terra. O tempo de viagem da Terra a Mercúrio, na velocidade da Luz no vácuo, é de 305,6 segundos ou aproximadamente 5 minutos. Em virtude da sua proximidade do sol, com altíssimas temperaturas, podendo atingir 425 graus Celsius, não é interessante sua ocupação pelo ser humano, apenas para pesquisas científicas.

Marte - Limites da Física
Marte

O Planeta Marte é o melhor planeta para que o ser humano habite. A temperatura mínima em Marte é de menos 163 graus Celsius e a máxima, de 30 graus Celsius. A distância da Terra ao planeta Marte é de 78.300.000 km. O tempo de viagem, com naves espaciais, está estimado entre seis e oito meses. Já o tempo de viagem na velocidade da Luz é de 261 segundos ou 4,35 minutos.

Plutão - Limites da Física
Plutão

Plutão é o último astro sistema solar. A distância dele ao Planeta Terra é de 575.040.000 km. O tempo de viagem na Velocidade da Luz é de 19.168 segundos ou 5 horas 19 minutos e 46 segundos. A Sonda New Horizon se deslocou da Terra a Plutão em 9 anos, 5 meses e 25 dias. A Sonda Voyager fez o trajeto em 12 anos e meio.

Parte do Universo - Limites da Física
Parte do Universo

Estima-se que o Universo tenha, aproximadamente, 2 trilhões de galáxias. A Física Quântica admite hoje a possibilidade da existência de poli universos e que talvez a passagem entre eles fosse através dos buracos de minhoca, o que pode revelar a existência de velocidade superior a da luz, superando os limites da física.

Via Láctea
Via Láctea

O Planeta Terra se encontra localizado na Via Láctea. Estima-se que existam, na Via Láctea, entre 100 bilhões e 400 bilhões de estrelas, sem considerar as infinidades de planetas.

Galáxia de Nova Magalhães - Limites da Física
Galáxia de Nova Magalhães

A Galáxia de Nova Magalhães é a mais próxima da Via Láctea, onde se encontra o Planeta Terra. Uma viagem para lá, à velocidade da luz, duraria 163 mil anos.

Alfa de Centauri - Limites da Física
Alfa de Centauri

A Estrela de Alfa de Centauri é a que se encontra mais próxima da Terra, depois do Sol. Fica localizada a uma distancia que, no deslocamento à velocidade da luz, a viagem duraria aproximadamente 4,3 anos.

Os Limites da Velocidade

A Física Moderna tem como limite de velocidade, que se pode atingir, a velocidade da luz no vácuo, que é de 299.792.458 m/s. Tendo como base a Teoria da Relatividade restrita, deslocamento com velocidade superior à velocidade da luz é inviável, pois, supõe que, se atingida velocidade superior a esta, retornaria-se ao passado, criando um paradoxo, onde a pessoa poderia ver ela mesma, parecendo bastante estranho, porém aceitável, se imaginarmos o Universo Paralelo ou Poliuniverso admitido no campo da Física Quântica.

No século XIX, acreditava-se que não se poderia deslocar com velocidade superior à velocidade do som no ar, ou seja, 343 m/s, à temperatura de 20 graus Celsius. Atualmente, temos aviões supersônicos, como relatado anteriormente, que superam bastante esse valor.

Os estudos da superlumínica admitem que haja velocidades superiores à velocidade da luz. O importante em ciência é não se estabelecer limites.

Novas teorias e estudos na área da Mecânica Quântica, incluindo a Teoria das Cordas, Entrelaçamento Quântico, experiências do grande colidor de Handrons, poderão trazer grandes avanços no futuro. Quando isso ocorrerá não se pode afirmar, no entanto a evolução da Física tem sido muito rápida.

Veja também: A Física na Evolução Tecnológica Moderna e Perspectivas Futuras.

58 comentários


  1. Good post! We will be linking to this particularly great post on our website. Lura Rice Pengelly

    Responder

  2. I enjoy reading through a post that can make men and women think. Also, thanks for allowing for me to comment! Donnamarie Blane Anna-Diana

    Responder

  3. Hello there. I discovered your website by means of Google while looking for a similar matter, your site came up. It looks great. I have bookmarked it in my google bookmarks to visit then. Eyde Matthew Tager

    Responder

  4. I like it when individuals get together and share opinions. Great website, continue the good work! Alana Seth Georgy

    Responder

  5. Everything is very open with a really clear explanation of the issues. It was really informative. Your website is useful. Thanks for sharing! Lillis Callean Faus

    Responder

  6. Excellent blog here! Also your site lots up fast! What host are you the usage of? Can I am getting your affiliate link in your host? I want my website loaded up as quickly as yours lol| Charmaine Edvard Frasier

    Responder

  7. Well I definitely liked studying it. This subject provided by you is very effective for correct planning. Lucinda Ferd Floeter

    Responder

  8. I randomly stopped by your site but you are really successful Faythe Yanaton Sheryle

    Responder

  9. whoah this weblog is excellent i like reading your posts. Keep up the good paintings! You recognize, a lot of individuals are searching round for this info, you could help them greatly. Danni Gare Islaen

    Responder

  10. Howdy! I simply wish to give you a huge thumbs up for the excellent info you have here on this post. I am returning to your web site for more soon. Nicholle Edmund Maurice

    Responder

  11. I love it when individuals get together and share ideas. Great website, continue the good work! Meagan Damien Lattimer

    Responder

  12. Thanks to my father who shared with me about this website, this webpage is truly remarkable.| Arlana Desmond Hirasuna

    Responder

  13. You made some clear points there. I looked on the internet for the topic and found most people will approve with your blog. Althea Lodovico Attlee

    Responder

  14. I in addition to my buddies came examining the great advice found on your web site and at once got an awful feeling I had not thanked the site owner for those strategies. All of the people are already as a result glad to learn all of them and have in effect in actuality been loving those things. We appreciate you turning out to be very accommodating and also for opting for varieties of magnificent subjects millions of individuals are really desirous to understand about. Our honest regret for not saying thanks to you earlier. Wendy Bogart Watters

    Responder

  15. Really appreciate you sharing this blog article. Keep writing. Blanch Edgardo Franciska

    Responder

  16. You really make it seem so easy with your presentation but I find this matter to be actually something that I think I would never understand. It seems too complex and very broad for me. I am looking forward for your next post, I will try to get the hang of it!| Karol Lawry Kriste

    Responder

  17. Loved this post, such a lovely idea and your photos are gorgeous! Rescue remedy is my saviour for my anxiety! X Maris Archambault Patnode

    Responder

  18. Really appreciate you sharing this post. Really thank you! Much obliged. Jaclyn Yankee Roana

    Responder

  19. Some really prime articles on this website , saved to fav. Kaia Jarrid Drislane

    Responder

  20. The road seemed to stretch on endlessly before us, but Alexis assured me that our journey was near an end. We’d turn before long into thick woods and travel through narrow, winding roads until we reached her family’s cabin. I had no choice but to trust her as GPS had given out nearly 20 minutes ago.

    “There’s good wifi and okay reception at the cabin,” she’d told me, “but you can’t get there unless you know the way.”
    https://rentry.co/9e7xg
    So here I was, driving alone in the middle of god knows where with a girl who was my student just a couple of weeks ago. Her and her four best friends had been together from first grade all the way through high school and now they had graduated with very different futures ahead of them. They had decided to kick off “the best summer ever” with a week long stay at Alexis’s family cabin. Alexis and I were heading up before everyone else, the four other girls and four guys.

    Responder

  21. The road seemed to stretch on endlessly before us, but Alexis assured me that our journey was near an end. We’d turn before long into thick woods and travel through narrow, winding roads until we reached her family’s cabin. I had no choice but to trust her as GPS had given out nearly 20 minutes ago.

    “There’s good wifi and okay reception at the cabin,” she’d told me, “but you can’t get there unless you know the way.”
    https://txt.fyi/-/212/14b7f56f/
    So here I was, driving alone in the middle of god knows where with a girl who was my student just a couple of weeks ago. Her and her four best friends had been together from first grade all the way through high school and now they had graduated with very different futures ahead of them. They had decided to kick off “the best summer ever” with a week long stay at Alexis’s family cabin. Alexis and I were heading up before everyone else, the four other girls and four guys.

    Responder

  22. Good post. I learn something new and challenging on blogs I stumbleupon every day. It’s always useful to read content from other writers and practice a little something from other web sites. |

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *