Entendendo a Vida pela Física

Recordando os Primórdios e Alguns Grandes Cérebros da Humanidade

Podemos entender a vida pela Física. Neste site, há uma rápida descrição da evolução no Planeta Terra. Antes da presença de seres vivos e da própria humanidade, a Terra evoluiu até que fosse habitada pelos seres humanos, tendo a evolução se tornado movida por fatores, como alterações climáticas, ambientais, curiosidade, fuga das intempéries, necessidade de preservação da espécie humana, busca de melhorias, proteção de si, dos grupos, sobrevivência, evolução cultural, intelectual e acasos.

Nos primórdios, não havia conceitos, princípios, fundamentos, formulações físicas. No entanto, diversos fenômenos físicos estavam presentes na Terra desde a sua formação. Assim como o Universo, a Terra passou por diversas transformações, nas cinco Eras conhecidas, descritas sucintamente nesta pagina

A criação do Universo, da Terra, dos Astros que compõem o Universo é ainda um grande mistério. Existem previsões do que pode ter ocorrido, tendo em vista pesquisas científicas baseadas em descobertas de diversos ramos da ciência, como achados arqueológicos, geológicos, fósseis e que servem como base para fundamentar os conhecimentos que permitem propor a evolução do Planeta Terra, demais Astros e do próprio Universo.

Estima-se que o Universo tenha aproximadamente 13,5 bilhões de anos; o Planeta Terra tenha surgido há aproximadamente 4,5 bilhões. Veremos as Eras pelas quais nosso planeta passou.

ERA ARQUEOZOICA – Predominância de vulcões sem seres vivos. Os fenômenos físicos se faziam presentes para que ocorressem as transformações futuras. Estima-se que essa Era tenha ocorrido de 3,8 a 2,5 bilhões de anos. À época, ainda não havia nenhum tipo de vida no Planeta Terra, no entanto os fenômenos físicos certamente já ocorriam, com muita liberação de gases e vapores.

Era Arqueozoica
Era Arqueozoica

ERA PROTEROZOICA – Regida por elementos unicelulares. A Biologia, a Química e a Física se associam. Estima-se que essa Era tenha ocorrido de 2,5 bilhões de anos a 540 milhões de anos. O aparecimento de elementos unicelulares é um forte indicativo para o surgimento da vida no planeta, como um grande indicativo também da teoria da evolução, caracterizando a necessidade de interação entre as ciências.

Era Proterozoica
Era Proterozoica

ERA PALEOZOICA – Surgem os anfíbios. A Física, a Química e a Biologia caminham juntas. Estima-se que essa Era tenha ocorrido de 540 a 250 milhões de anos. O surgimento de vegetações e seres vivos certamente provocou grandes transformações no Planeta.

Era Paleozoica
Era Paleozoica

ERA MESOZOICA – Predominância dos dinossauros, que desapareceram supostamente pelo impacto de meteorito gigante contra a Terra, um fenômeno físico que alterou um processo de vida, gerando outro ciclo de evolução. Nessa Era, presume-se que ocorreu de 250 a 6,5 milhões de anos. Os seres compostos de matéria orgânica, decompostos no subsolo terrestre e marinho têm, na atualidade, sido grande fonte de energia no Planeta Terra, tendo em vista darem origem aos hidrocarbonetos. O desaparecimento dos dinossauros, provocado por provável queda de meteoro gigante, permitiu o surgimento e permanência da espécie humana na Terra.

Era Mezozoica
Era Mezozoica

ERA CENOZOICA – Atual

Ocorreu o surgimento dos ancestrais da espécie humana atualmente presente no Planeta. Pesquisas recentes, a partir de fósseis recentemente encontrados, estimam que o primeiro ancestral do homo sapiens esteja na Terra há aproximadamente 300 mil anos, tendo iniciado o desenvolvimento e aplicações da Física, com utilização do fogo, criação de armas, utensílios, ferramentas, armas e objetos diversos, certamente com práticas rudimentares, que, no entanto e certamente, utilizavam princípios básicos da Física.

Provavelmente, por razão de alterações climáticas, ambientais, alteração na composição da atmosfera, houve alterações nas características dos seres humanos. A datação é cientificamente efetuada com base no decaimento radioativo proposto pelo físico Ernest Rutheford.

Ernest Rutheford
Ernest Rutheford

Nascido em 1871 na Nova Zelândia e falecido em 1937, Ernest Rutheford propôs o decaimento radioativo através da meia vida de determinado elemento, ou seja, o tempo necessário para que a quantidade de átomos radioativos se reduza a metade. O Carbono catorze é de 5730 anos, no entanto, para ele o tempo começa a deixar de ser confiável em torno de 50 e 60 mil anos, podendo se usar outros elementos, tais como Potássio 40, cuja meia vida é de 1,3 bilhões de anos. Para corpos inorgânicos, como rochas, podem ser utilizados o Urânio 238, cuja meia vida é de 4,5 bilhões de anos, Urânio 232 com meia vida de 14 bilhões de anos, Rubídio 8749 bilhões de anos. Com esses testes, os cientistas podem estimar tempo de existência de objetos, desde que não tenha sido exposta datação com base na meia vida de contaminações nucleares. Abaixo equação para determinação da datação da matéria.

t = [ ln (Nf/No) / (-0,693) ] x t1/2

Onde

 t = Tempo da amostra

[ ln (Nf/No)= log neperiano do percentual da amostra

(-0,693)= Constante

t1/2= Meia vida

Exemplo: um corpo com massa de 200 gramas, cuja meia vida seja de 10 anos, terá após dez anos a massa de 100 gramas.

Ferramentas e utensílios primitivos com base em princípios da Física, feitos a partir do atrito entre corpos e princípios de moldagem.

Ferramentas e Utensílios
Ferramentas e Utensílios

Bumerangue: instrumento primitivo de caça que usa o princípio físico da aerodinâmica.

Bumerangue
Bumerangue

Obtenção de fogo pelo princípio físico do atrito

Obtenção de Fogo
Obtenção de Fogo

FÍSICA NA ANTIGUIDADE

Grandes Filósofos, como Sócrates, Aristóteles e Platão foram os principais fundamentadores da Física e outras ciências. Na ocasião, tratava-se de fundamentos filosóficos, tendo em vista não haver ainda ferramentas matemáticas  para que os fenômenos fossem mensurados, apesar de na época não haver fundamentação científica ou com uso de matemática avançada, o que só ocorreu na Idade Média. No entanto, as reflexões permitiram que ficassem os fundamentos do pensamento sobre os fenômenos da natureza, no qual a palavra Física se baseia ou seja physys que significa Natureza.

Dados sobre os filósofos abaixo se encontram em galeria neste site.

SÓCRATES – Grego 469 @ 399 a.c, mestre de Platão e fundamental na lógica, princípio fundamental na eletrônica digital.

Sócrates
Sócrates

PLATÃO – Filósofo e matemático grego 428-427/ 348-347 a.C.

Platão
Platão

ARISTÓTELES –384 @ 322 a.c. foi aluno de Platão, escreveu sobre Física, Ótica, Astronomia, Lógica.

Aristóteles
Aristóteles
AS DIFICULDADES PARA EVOLUÇÃO DA FÍSICA E PERSEGUIÇÃO AOS CIENTISTAS

Durante muitos séculos, houve atraso na evolução da Física, ciências correlatas e diversos ramos científicos, por vários motivos que podemos citar, tais como:

  • dogmas por parte de entidades poderosas, que sem fundamento científico, perseguiam, prendiam e matavam aqueles que, com fundamentos, contrariavam suas ideias e ainda hoje se mantêm na mesma posição, evitando a evolução humana;
  • ideias equivocadas que por falta de ferramentas científicas, instrumentos de observação e medição e conhecimento matemático, eram propagadas. Conceitos errados e ideias equivocadas podem provocar e criar atrasos científicos, provocar catástrofes e muitos danos. Muitos cientistas sofreram pelas suas ideias, assim como ideias equivocadas permaneceram na Humanidade por muito tempo.

No Mundo moderno continua-se vendo esse tipo de situação de forma voluntária ou involuntária. Temos, como exemplos, informações que muitas vezes circulam em redes de comunicações, que se propagam como verdade sem ser, vemos a seguir alguns cientistas que forma vitima por suas convicções cientificas e alguns erros que permaneceram por séculos, tais fatos certamente forma responsáveis por não termos na atualidade maiores desenvolvimentos na física e desenvolvimento cientifico que poderiam ter dado ao ser humano, maiores avanços , tornando maior a longevidade e evolução nas pesquisas espaciais.

Pietro D’Abano, Físico Italiano, nascido em 1257 e falecido em 1315, foi preso e perseguido por suas ideias; morreu na prisão.

Pietro D'Albano
Pietro D’Abano

Erick Von Hochheim: filósofo alemão, nascido em 1260 e falecido em 1328, introduziu conceitos da Metafísica; foi diversas vezes perseguido e julgado por suas ideias.

Erick Von Hochheim
Mestre Erick Von Hochheim

Girolano Cardano, nascido na Itália em 1501 e falecido em 1576, dedicou-se em vários estudos, inclusive na Física; desenvolveu regras da probabilidade e diversos equipamentos mecânicos; foi perseguido por suas ideias e preso diversos meses.

 Gerolano Cardano
Girolano Cardano

Johannes Kepler, astrônomo alemão, nascido em 1571 e falecido em 1630, fundamentou as três leis de Kepler, essenciais para os estudos da Astrofísica e Mecânica Celeste; também foi perseguido pelos seus pensamentos.

Johanes Kepler
Johannes Kepler

Giordano Bruno, físico nascido na Itália em 1548, morto cremado vivo em 1600, por manter suas convicções científicas.

Geordano Bruno
Giordano Bruno

Galileu Galilei, físico nascido na Itália em 1564 e falecido em 1642, foi um dos físicos mais importantes para a humanidade pelas postulações de suas leis e equações, inclusive nos movimentos de queda livre de objetos; mantinha a teoria de que a Terra não era o centro do Universo, o que contrariava a teoria de geocentrismo de Claudio Pitolomeu. Pela sua afirmação, quase foi cremado vivo;  ao negar sua teoria, foi condenado e preso, tendo morrido em prisão domiciliar.

Galileu Galilei
Galileu Galilei

FUNDAMENTOS EQUIVOCADOS QUE PERMANECERAM POR MUITO TEMPO NA HUMANIDADE 

TEORIA DE HELIOCENTRISMO DO UNIVERSO
Teoria do Heliocentrismo
Teoria do Heliocentrismo

A teoria do heliocentrismo do universo foi defendida pelo astrônomo grego Aristarco de Samos.

Aristarco de Samos
Aristarco de Samos

Aristarco de Samos viveu no Século III a.c. A teoria consistia em estabelecer que o sol era o centro do universo. Na ocasião, não havia modelos matemáticos nem instrumentos de observação, tais como lunetas e telescópios. Eram desconhecidas as leis da Astronomia e da Física que só vieram ocorrer após o Século XV.

TEORIA DO GEOCENTRISMO
Teoria do Geocentrismo
Teoria do Geocentrismo

O conceito do geocentrismo foi defendido pelo astrônomo Cláudio Pitolomeu.

Claudio Pitolomeu
Cláudio Pitolomeu

Cláudio Pitolomeu viveu entre 90 e 168 d.C. Sua teoria estabelecia que a Terra seria o centro do Universo. À época, não havia instrumentos para avaliação, que eram feitas por deduções, levando a conclusões equivocadas. Da mesma forma, algumas situações, as quais não existem ainda instrumentos para medir, permitem especulações, muitas vezes por grupos formadores de opinião, que convencem aqueles que possuem menos conhecimento.

TEORIA HELIOCÊNTRICA DO SISTEMA SOLAR
Teoria Heliocêntrica do Sistema Solar
Teoria Heliocêntrica do Sistema Solar

Com base em modelos matemáticos e melhores fundamentações científicas, o astrônomo Nicolau Copérnico, nascido na Polônia em 1473 e falecido em 1543, contestando a teoria do geocentrismo, postulou o sistema heliocêntrico do sistema solar, que definia que o sol estava no centro e os planetas se deslocavam em torno dele circularmente.

Trajetória Real da Terra no Sistema Solar
Trajetória Real da Terra no Sistema Solar
Johannes Kepler
Johannes Kepler

O astrônomo e matemático alemão Johannes Kepler, nascido em 1571 e falecido em 1630, comprovou pela sua primeira lei que a trajetória dos planetas em torno do sol é elíptica, onde o sol se encontra em um dos focos, sendo o ponto do vértice mais próximo denominado periélio e o ponto do vértice oposto denominado afélio. Suas descobertas foram fundamentais para o avanço da Astrofísica e da Mecânica Celeste.

Pelos dados acima, percebemos quanto tempo passou e os equívocos ocorridos por falta de embasamento matemático e instrumentos de medição e observação, tais como lunetas ou telescópios refratores.

Há registros que a primeira luneta foi desenvolvida pelo alemão Hans Lippershey, nascido em 1570 e falecido em 1619.

Luneta ou Telescópio Refrator
Luneta ou Telescópio Refrator
Hans Lippershey
Hans Lippershey

O invento de Hans Lippershey foi aprimorado por Galileu Galilei, que conseguiu ampliar a imagem em 3 e 30 vezes, permitindo-lhe proceder diversas observações de fenômenos celestes. Coube a Kepler desenvolver telescópios de duas lentes convexas, possibilitando observações para confirmação de suas leis:

Primeira lei: a trajetória da Terra em torno do sol é elíptica, onde o sol se encontra em um do focos. Esse enunciado se encontra acima, com ilustração.

Segunda lei: a linha ou segmento que une o planeta ao sol varre áreas iguais em tempos iguais.

Representação Gráfica das Áreas
Representação Gráfica das Áreas

Terceira lei: fórmula da relação diretamente proporcional entre o período de revolução de um planeta em torno do sol e o raio médio de órbita do planeta.

T2 = Constante
R3

* UA = Unidade astronômica. Equivale à distância da Terra ao Sol (1,48 x 108 K
* UA = Unidade astronômica. Equivale à distância da Terra ao Sol (1,48 x 108 K

A FÍSICA NA ERA MODERNA: SUAS APLICAÇÕES E BENEFÍCIOS À HUMANIDADE

Durante a Era Moderna, entre o Século XV e Século XVIII a Física teve grandes avanços, principalmente pelas leis postuladas pelo físico e matemático Isaac Newton.

Isaac Newton
Isaac Newton

Nascido no Reino Unido em 1643, Isaac Newton formulou três leis fundamentais que são base para diversas aplicações no dia a dia, sendo denominado o Pai da Física Clássica ou Física Newtoniana, essenciais para estudos dos movimentos e estática dos corpos, principalmente pelo fato de ter ferramentas matemáticas, com base no princípio de um dos seus grandes postulados, a partir do cálculo avançado, possibilitando diversas aplicações.

Suas leis são fundamentais para uma grande variedade de aplicações no mundo moderno, estando na vida das pessoas, mesmo que elas não percebam, permitindo bem-estar, segurança, conforto em diversos campos. Vemos a seguir aplicações onde as teorias de Isaac Newton são aplicadas.

Satélites em Órbita da Terra (Lei da Gravitação Universal)

Quando da utilização de telefones celulares, utilização de GPS, terminais de computadores, assistir filmes, noticiários, programas de TV, uso da Internet, nem sempre se tem consciência de que tudo isso é possível por razão de satélites que se encontram em órbita da Terra, utilizando a lei da gravitação universal.

Satélite em Órbita da Terra
Satélite em Órbita da Terra
APLICAÇÃO DA PRIMEIRA LEI DE NEWTON ( INÉRCIA OU REPOUSO)

LARGADA DE FORMULA 1 (Automóveis só partem por razão dos motores e ação dos pilotos). Este princípio é utilizado pelas pessoas no dia a dia, tendo em vista veículos só poderem se mover, saindo do repouso, freando ou alterando seu movimento, em decorrência de aplicação de princípio da Física.

Largada de Fórmula 1
Largada de Fórmula 1

APLICAÇÃO DA SEGUNDA LEI DE NEWTON (F = m x a)

REBOCADOR REBOCANDO NAVIO. Um veículo, ao rebocar um outro, mesmo que mais pesado que ele, conta com a contribuição da força provocada pela massa e aceleração que ele imprimir, assim como o baixo coeficiente de atrito da superfície. Quanto menos, melhor, tendo em vista reduzir a força oposta.

Rebocador Rebocando Navio
Rebocador Rebocando Navio
APLICAÇÃO DA TERCEIRA LEI DE NEWTON (Ação e Reação)

PONTE ESTAIADA. Normalmente, trafega-se por pontes, viadutos, túneis para se transpor a obstáculos naturais, graças a aplicações de princípios da Física.

Ponte Estaiada
Ponte Estaiada

A FÍSICA NO SÉCULO XX

Durante o Século XX, a Física teve grande avanço, conforme citado neste site. Grandes evoluções ocorreram através de grandes nomes, principalmente de Albert Einstein, físico alemão nascido em 1879 e falecido em 1955.

Albert Einstein
Albert Einstein

Muitos foram os físicos que contribuíram no Século XX com grande evolução em diversos campos da Física Moderna, envolvendo a Física Nuclear, Física Quântica, Física da Matéria Condensada. As teorias de relatividade e relatividade geral de Einstein foram chaves para uma grande gama de aplicações no mundo moderno.

Neste site encontram-se diversos físicos que contribuíram em muitos segmentos, em diversas aplicações. As descobertas de Einstein se aplicam na vida de cada um, proporcionando diversos aspectos, como os citados a seguir:

  • Prolongamento da vida com base em diagnósticos antecipados de doenças, permitindo tratamentos, por meio de ressonância magnética, tomografias computadorizadas;
  • Tratamento com radioterapia para doenças antes consideradas incuráveis;
  • Evolução e utilização de computadores, com alta capacidade e velocidade de processamento, utilizando sistemas digitais nos segmentos de laser e entretenimento: música , cinema, teatro;
  • Utilização e aplicações em sistema de comunicações de longa distância em tempo real, com aplicação de dados informatizados;
  • Segurança de navegação aérea, terrestre, marítima e fluvial, com monitoração digital via satélite;
  • Sistemas aplicados em unidades industriais nos segmentos de indústrias de prospecção, exploração, processamento, estocagem e transferência de petróleo e derivados.
  • Permissão de desenvolvimento de programas de altas tecnologias, com utilização de equipamentos de alta tecnologia;
  • Controles de tráfego e monitoração de trânsito das grandes metrópoles;
  • Possibilitar compactação de equipamentos eletrônicos, com maior capacidade de processamento, reduzindo espaço físico;
  • Utilização em sistemas aeronáuticos e aeroespaciais, permitindo viagens maiores e maior permanência no espaço, encurtando distâncias.

A FÍSICA NOS TEMPOS ATUAIS E SUA IMPORTÂNCIA PARA A HUMANIDADE

O Planeta Terra possui superfície de aproximadamente 510.100.000 km2. Estima-se que passaram, até o momento, em torno de 107 bilhões de pessoas no planeta. A população atual da Terra é aproximadamente de 7 bilhões de pessoas. Temos reconhecidos na Organização das Nações Unidas (ONU), 193 países, muitos com idiomas, línguas, hábitos e costumes diferentes.

Politicamente, são cinco continentes: Ásia, América, Europa, África e Oceania, por serem habitados, somando-se o continente Antártico, o planeta possui geograficamente seis continentes, que foram formados a partir da deriva continental.

A evolução da Física tem ajudado a integrar povos, facilitar comunicações, transferir dados em tempo real, permitir conhecer lugares distantes remotamente, melhorar a qualidade de vida das pessoas, prolongamento da vida, por razão de permitir aplicação de novas tecnologias, principalmente na área de computação e automação.

Apesar do tempo perdido no desenvolvimento da Física, pelas razões aqui expostas, durante o Século XX a evolução foi bastante acentuada, em função de desenvolvimentos na área da Física Atômica, Nuclear e Física Quântica, abrangendo diversos campos que permitiram evolução exponencial.

Podemos perceber essa evolução de diversas formas, tais como o curto tempo de transição da eletrônica, dos sistemas com válvulas, passando pelos circuitos transistorizados, que reduziram o aquecimento e as dimensões dos dispositivos, chegando-se hoje aos sistemas digitais, à rapidez do avanço e desenvolvimento rápido.

Podemos perceber, pela rápida atualização de sistemas de telefonia, redução de custos dos dispositivos, franqueamento dos custos de comunicações, rapidez nos deslocamentos, equipamentos de alta resolução de imagem, além de uma infinidade que poderíamos citar.

A seguir, alguns exemplos dos benefícios do desenvolvimento da Física no Século XX.

APLICAÇÕES NO LAZER

Os efeitos do raio laser, um princípio da Física Ótica, são muito utilizados em festas de entretenimento.

Efeitos do Raio Laser
Efeitos do Raio Laser

Compact Discs (CDs) são muito utilizados para armazenamento de dados, como filmes, músicas, livros digitalizados, documentos com grande capacidade de armazenagem por longo tempo, possibilitando também, pelo princípio da Física Ótica do laser, utilizando equipamentos de gravação e leitura ótica, que se tornou possível pelo desenvolvimento da fotônica que surgiu na década de 1960.

A parte da Física que estuda a geração, transmissão, modulação, processamento e detecção da luz tem aplicações na Internet e fibra óptica, sistemas de solda e corte a laser, cirurgia de correção da visão, medições de temperatura a distância, controle remoto, leitor de código de barras. Tudo isso faz parte do dia a dia de todos, mesmo que não percebam.

Compact Disc (CD)
Compact Disc (CD)
APLICAÇÃO DE IMAGENS EM TRÊS DIMENSÕES (3D)

São aplicadas para projeções em TVs e telas de cinema, baseadas na formação de duas imagens sobrepostas em ângulos ligeiramente diferentes, gerando no cérebro ilusão de ótica, por fenômeno denominado esteriocopia, sendo os principais métodos: anaglifo, polarizado (ou ativo) e passivo que necessitam de óculos especial ou paralaxe que não necessita do uso de óculos especial.

Imagens 3D
Imagens 3D
A FÍSICA E A EVOLUÇÃO DOS APARELHOS DE TV

A imagem em aparelhos de TV é formada pelos pixels que montam a imagem no anteparo da tela. São emitidos feixes de elétron através do cinescópio ou tubo de imagem que é uma válvula. Por essa razão, necessita de maior distância entre o emissor e o ponto de formação da imagem, ocupando maior espaço e tendo maior peso.

Também sofre influência na imagem por campos eletromagnéticos externos, descarga atmosférica, fontes externas de ruído. Quando a emissora está fora do ar ou em canais não sintonizados, percebem-se pontos provocados por radiação de torres de transmissão elétrica, radiação cósmica ou campo magnético da Terra.

Aparelho de TV
Aparelho de TV

TV DE ALTA RESOLUÇÃO OU TV DE PLASMA. Os estudos modernos da luz vêm permitindo grandes avanços, principalmente no campo da eletrônica. No caso da TV de plasma, a imagem é formada por minúsculas lâmpadas fluorescentes, que permitem que a espessura e peso sejam reduzidos. Não havendo necessidade de tubo de imagem, não sofre influência de campos magnéticos e eletromagnéticos externos, além de evitar reflexos, pelo fato da tela ser plana.

TV de Plasma
TV de Plasma

FÍSICA EM JOGOS ELETRÔNICOS. O desenvolvimento de tecnologia digital moderna, utilizando princípios da Física, tem permitido a criação de equipamentos, jogos e programas para jogos.

Jogos Eletrônicos
Jogos Eletrônicos

ILUMINAÇÃO MODERNA EM ESTÁDIO DE FUTEBOL. Aplicação do desenvolvimento moderno da Física em relação à luz.

Iluminação Moderna em Estádio de Futebol
Iluminação Moderna em Estádio de Futebol
OUTRAS APLICAÇÕES COM O DESENVOLVIMENTO DA FÍSICA, EM VIRTUDE DO DESENVOLVIMENTO DO LASER

Painel eletrônico de observação de pregão de bolsa de valores, em tempo real, utilizando painéis digitais.

Física: Painel Eletrônico
Painel Eletrônico

IMAGEM DE CENTRO DE CONTROLE E MONITORAÇÃO COM SISTEMAS ELÉTRICOS. Permite acompanhamento para monitoração, acompanhamento em tempo real do funcionamento de sistemas elétricos, tornando possível identificar pontos de interrupção de energia elétrica, aumentos de demanda, sobrecargas, de forma a permitir interferência automática ou humana, assim como registro ou monitoração de falhas de equipamentos ou humanas, centralizando as informações, por número reduzido de pessoas e espaço.

A implantação desses sistemas tornou-se possível, graças às tecnologias digitais proporcionadas pela criação do laser.

Centro de Controle e Monitoração
Centro de Controle e Monitoração

Imagem de sala de controle de lançamento espacial, que utiliza monitores de alta resolução, com tecnologia fundamentada no laser.

Física: Sala de Controle de Lançamento Espacial
Sala de Controle de Lançamento Espacial
TECNOLOGIA DE FIBRAS ÓPTICAS

O desenvolvimento e descoberta do laser tornou possível a aplicação de fibra óptica no segmento de transmissão de voz, dados e imagem em longa distância, com alta velocidade, substituindo os cabos de cobre e alumínio, que possuem limitações de distância e capacidade.

A fibra ótica consiste de fios de vidro de altíssima pureza, revestido com camadas de plástico reflexivo, permitindo a transmissão de dados por meio da luz, com reflexões sucessivas e capacidade de transmitir bilhões de bits por segundo. Aplicações da fibra ótica:

  • Redes de telefonia;
  • Redes de TVs por assinatura;
  • Redes de sistemas de automação industrial;
  • Redes computacionais.
Física: Fibra Ótica
Fibra Ótica

PERSPECTIVAS DA FÍSICA

Apesar da tentativa, ao longo dos séculos, de restringir o conhecimento e evolução da Física e outras ciências, por parte de segmentos que sem embasamento tentaram impedir de diversas formas a evolução, mentes brilhantes conseguiram desenvolver e trazer, como consequência, o que vemos hoje em avanço por razão de contribuição da Física: Neurociência, Astrofísica, Geofísica, Inteligência Artificial, Ciência da Computação, Realidade Virtual, Holografia, Astrofísica, Sistemas Computacionais, transmissões de dados em longa distância, navegação em tempo real com utilização de GPS, Física Médica e mais uma série de infinidade de avanços, desenvolvimento de estudos e teorias citadas neste site, como a teoria das cordas, o entrelaçamento quântico, física da matéria condensada, teoria do caos.

Tais teorias poderão trazer evoluções e aplicações que muito se sonha na atualidade e que em breve se tornarão realidade, pois o limite da ciência é a capacidade do homem.

Para melhor entendimento, A História da Terra em 2 minutos.

Contato para palestrasgouveia-jorge@bol.com.br.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *